Esquecido

08 junho 2017



Sou esquecido
Reconheço minha parcela de culpa
Quem não se adapta a esse tempo,
É esquecido e não pode reclamar

Recuso-me a curvar os joelhos
A aceitar imposições
Determinações
Verdades absolutas

Eu me recuso!
Portanto, pago um alto preço
O esquecimento me é relegado
Sou esquecido

Nasci em uma época a qual não pertenço
O relativismo moral não me seduz
Os modernismos não me encantam
Tenho qualidades que não são vistas

Talvez um dia eu seja notado
Talvez um dia seja visto
Mas queria que notassem a mim!
Não a uma suposta posição social

Queria que vissem o interior
A minha alma
Acho que peço demais
A posição social sempre estará à frente

Não vou mudar
Continuarei a ser quem eu sou
Até lá pago o preço...
Permaneço no limbo

Esquecido

*Aermo Wolf

.

Nenhum comentário